Após aceno a Pedro, PDT admite conversa com João e fala em compor majoritária

Faltando dez dias para o fim do período das convenções, o PDT paraibano está dividido entre apoio à reeleição do governador João Azevêdo (PSB) e a candidatura do deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) para o Governo do Estado nas eleições deste ano. Foi o que afirmou o presidente da legenda na Paraíba, Marcos Ribeiro.

Em entrevista ao programa Hora H, apresentado pelo jornalista Wallison Bezerra, na Rede Mais Rádio, o dirigente partidário disse que já se reuniu com o ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB), que busca o apoio do PDT para Pedro, e o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP), que tenta atrair a legenda para o lado de João Azevêdo.

Os dois demonstraram interesses em apoiar Ciro Gomes a presidente da República, uma das prerrogativas do PDT para se formar uma aliança na Paraíba. Entretanto, segundo Marcos Ribeiro, o único que mostrou essa possibilidade foi Pedro, pois Cícero não garantiu um palanque exclusivo para o ex-ministro no Estado.

“Estamos vendo qual é a melhor opção para o partido. Eu vou procurar os dois porque tenho as melhores referências de ambos”, disse Marcos Ribeiro, que garante que, pessoalmente, ainda não conversou com João e  com Pedro.

Mesmo assim, ele promete surpresa até o dia 05 de agosto, último dia das convenções. A legenda também busca entendimento para a possibilidade de compor a chapa de João Azevêdo.

Sobre Lígia Feliciano, Ribeiro praticamente afastou a possibilidade para que a vice-governadora da Paraíba esteja incluída nos projeto político da legenda.

“Ela não nos procurou para nada e não se criou um ambiente favorável a isso. Creio que eles (os Felicianos) não cogitam esse tipo de coisa. Nada se fala dentro do partido sobre isso”, finalizou.

Assista entrevista completa

Fonte: Roberto Targino – MaisPB

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Corregedor da PM diz que envolvidos no acidente de Rio Tinto irão responder penalmente e que corporação "não passa a mão na cabeça de ninguém"

ter ago 2 , 2022
A confusão começou após um acidente de trânsito envolvendo uma guarnição da PM no município de Rio Tinto O Corregedor da Polícia Militar da Paraíba,  o tenente-corenel Márcio Bergson Fernandes, assegurou que irá tomar todas as providências cabíveis em relação ao caso envolvendo três Policiais Militares em um acidente de […]

Instale o Radiosnet em seu celular. Nova opção para ouvir nossa rádio