Secretário rebate Bolsonaro, diz que Paraíba cumpre lei do ICMS e aponta prejuízo de quase R$ 54 bilhões

O secretário de Estado da Fazenda, Marialvo Laureano, disse que a Paraíba cumpre a lei complementar de redução do ICMS sobre o diesel, aprovada pelo Congresso em março, e lamentou que a Petrobras não revise a política de preços de combustíveis. Ele aponta que o Estado terá prejuízo de até R$ 54 bilhões até o fim do ano com o congelamento do ICMS, sem que haja uma atitude por parte da Petrobras para frear os reajustes nas bombas.

OUÇA:

Entenda

O governo federal entrou nesta sexta-feira (13) com ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para suspender parte da resolução do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) que trata da cobrança do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na comercialização do diesel.

Na ação, o presidente Jair Bolsonaro, por meio da Advocacia-Geral da União (AGU), argumenta que a medida é inconstitucional por permitir a diferenciação de alíquotas do diesel entre os estados, prejudicando o consumidor com aumentos excessivos do combustível.

A advocacia também defende a uniformização das alíquotas para combater as flutuações de preços.

Fonte: paraiba.com.br

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Sistema Arapuan anuncia datas do primeiro debate entre os candidatos ao Governo do Estado e Senado Federal

sex maio 13 , 2022
O Sistema Arapuan de Comunicação deu a largada oficial na cobertura das eleições 2022 com a definição de datas e horários do primeiro debate entre os candidatos que deverão ser definidos em convenção partidária ao Governo do Estado e Senado Federal. As datas foram previamente acordadas entre os representantes dos candidatos, em […]

Instale o Radiosnet em seu celular. Nova opção para ouvir nossa rádio