PT recompõe diretório na PB e grupo pró-Ricardo passa a ser maioria

A executiva nacional do PT determinou nesta sexta-feira (29) a recomposição do Diretório Estadual e da Executiva Estadual na Paraíba. Jackson Macêdo segue na presidência.

A resolução foi aprovada por 15 votos a três. Deixa de fazer parte da direção o grupo ligado ao deputado Anísio Maia, agora no PSB. Com a mudança, o grupo liderado pelo ex-governador Ricardo Coutinho (PT) passa a ser maioria.

Na portaria, que o Blog teve acesso, o Partido dos Trabalhadores justifica a medida. Veja a íntegra:

O Diretório Estadual da Paraíba enfrenta uma crônica situação de desarticulação interna, que tem se refletido em frequentes episódios de indisciplina, judicialização das decisões partidárias e interferência externa.

A atual composição do Diretório Estadual deveria refletir um acordo, mediado pela instância nacional, para garantir a participação equilibrada das forças que compõem o PT da Paraíba.

Durante as eleições de 2020, um grave caso de indisciplina partidária esgarçou as relações políticas, alterando artificialmente a composição interna do PT.

O Diretório Estadual e a Executiva Estadual, atualmente, não representam mais o equilíbrio interno, que garantiu, por exemplo, a realização do 7º Congresso e o bom funcionamento das instâncias partidárias durante o início desta gestão.

Em pleno período pré-eleitoral, a Comissão Executiva Estadual, com duas cadeiras vagas, funciona de forma precária e enfrenta obstáculos à sua recomposição, apesar da indicação dos substitutos legítimos já ter sido feita formalmente pelos seus respectivos agrupamentos internos.

Um grupo dissidente que foi afastado do PT, por decisão legítima da instância nacional ou pela decisão pessoal de se desfiliar, começa a organizar um movimento externo para influenciar nas decisões da direção estadual.

Considerando a situação interna do PT da Paraíba e seus reflexos na disputa eleitoral, que a exemplo da eleição de 2020, poderão afetar negativamente o desempenho do PT, com possíveis reflexos danosos inclusive para a campanha do Presidente Lula, a Comissão Executiva Nacional, procurando restabelecer o funcionamento equilibrado das instâncias partidárias do PT da Paraíba, 

Decide: 

1. Avocar as decisões sobre candidaturas majoritárias, chapas proporcionais e alianças, conforme previsto pelas diretrizes para o processo de definição de candidaturas para as eleições de 2022, aprovadas pelo Diretório Nacional.

2. Determinar a recomposição do Diretório Estadual e da Executiva Estadual, pelas forças politicas que compõem o PT da Paraíba, restabelecendo, até o dia 5 de maio, a composição política acordada por ocasião do 7º Congresso do PT. De acordo com a tabela abaixo:

Comissão Executiva Nacional
29 de abril de 2022

Fonte: wallisonbezerra.maispb.com.br

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Prefeitura de Rio Tinto lança programa de investimentos em obras para o município

ter maio 3 , 2022
Com o objetivo de promover o avanço no desenvolvimento e a retomada dos investimentos públicos em obras no pós-pandemia, a Prefeitura de Rio Tinto, no Litoral Norte paraibano, lançou o Programa Avança Rio Tinto. A iniciativa, que pretende acelerar a execução de novas obras e concluir obras paralisadas, tem projetos […]

Instale o Radiosnet em seu celular. Nova opção para ouvir nossa rádio