MBL abandona partido de Moro três meses após filiação coletiva

Foto do evento em que vários integrantes do MBL, como Kim Kataguiri, Renan Santos e Arthur Mamãe Falei se filiam ao Podemos. Na foto também aparece Moro e a presidente da sigla, Renata Abreu.
Evento de filiação do MBL no Podemos, em janeiro. Foto: MBL

O Movimento Brasil Livre (MBL) mudou de partido pela segunda vez em menos de três meses. Os integrantes do grupo de jovens de extrema-direita resolveu trocar o Podemos, do ex-juiz suspeito da Lava Jato, Sergio Moro, pelo União Brasil, que é a junção do DEM (antigo partido de várias lideranças do grupo) com o PSL. Membros do MBL justificaram que o clima no Podemos se tornou “insustentável” após o episódio dos áudios misóginos de Arthur do Val, conhecido como “Mamãe Falei”, que é uma das principais personalidades do MBL. A informação é do jornal O Globo.

“Muitos parlamentares do Podemos pediram a cabeça do Arthur, defenderam a cassação dele. Isso deixou o clima muito ruim”, disse Kim Kataguiri, deputado federal por São Paulo e um dos líderes do MBL. De acordo com ele, uma das motivações de estar no Podemos era a candidatura de Arthur do Val a governador do Estado, mas o próprio deputado estadual retirou a candidatura.

“No União, nós temos mais espaço de atuação em comissões, mais tempo de televisão. Para nós faz mais sentido”, afirma Kim Kataguiri. O MBL pretendia, também, dar palanque à candidatura presidencial de Sergio Moro.

Veja quem do MBL está com a ida acertada para o União Brasil

Entre os integrantes do Movimento Brasil Livre (MBL) que irão para o União Brasil, estão: o vereador de São Paulo Rubinho Nunes, que vai disputar uma vaga na Câmara dos Deputados, Amanda Vettorazzo, Cristiano Beraldo, Guto Zacarias e Renato Battista, pré-candidatos à Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp).

A candidata a vice na chapa de Arthur do Val, nas eleições de 2020 à prefeitura de São Paulo, Adelaide Oliveira, permanecerá no Podemos. De acordo com o jornal O Globo por ter mais proximidade com Sergio Moro.

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Paraíba registra uma morte, 585 novos casos e 64 pacientes internados nas unidades de referência para Covid-19

qua mar 30 , 2022
A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico), em todo estado, é de 15%. A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, nesta quarta (30), 585 casos de Covid-19. Entre os casos confirmados neste boletim, 02 (0,34%) são moderados ou graves e 583 (99,66%) são leves. Agora, […]

Instale o Radiosnet em seu celular. Nova opção para ouvir nossa rádio