UFPB retoma atividades e admite corte de ponto para professores que se negarem a dar aulas presenciais

(foto: divulgação)

O reitor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Valdiney Gouveia, admitiu estudar o corte de ponto para professores que se negarem a dar aulas presenciais. Nesta segunda-feira (21), a instituição retomou as atividades de forma presencial e passou a exigir a apresentação do passaporte de vacinação contra a Covid.

De acordo com o reitor, ainda não existe uma definição sobre esse assunto (corte de ponto), mas o Conselho Universitário (Consuni) poderá se reunir e disciplinar isso.

Desde o início da pandemia, quando as atividades foram suspensas, os docentes da UFPB estavam ministrando aulas de forma remota.

O reitor Valdiney Gouveia também destacou os cuidados que estão sendo adotados para garantir o retorno seguro das atividades na instituição. Ele ressaltou a importância desses protocolos como forma de evitar eventuais retrocessos no processo de flexibilização. “Estamos preparados desde sempre, seguindo os protocolos e adotando os cuidados necessários, como uso do álcool a 70%, distanciamento, máscaras, enfim, tudo isso para evitar esse sobe e desce no processo de flexibilização”, arrematou.

Fonte: paraiba.com.br

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Nota oficial da Prefeitura de Rio Tinto sobre o desabamento da estrutura da cobertura do ginásio de esportes Gerbasão

seg mar 21 , 2022
Fonte: PMRT

Instale o Radiosnet em seu celular. Nova opção para ouvir nossa rádio