Ao menos 20 das 27 capitais brasileiras já relaxaram o uso de máscaras contra a covid-19; Confira quais são

O avanço da vacinação é um fator considerado na decisão dos gestores, que têm pelo menos 30 dias para reavaliar as regras.

Apesar do afrouxamento, a maioria dos governos e prefeituras manteve a obrigatoriedade do item em ocasiões específicas, a exemplo do transporte público ou privado, bem como em shows e estabelecimentos fechados, incluindo shoppings, lojas, supermercados… (Foto: reprodução)

Com queda no número de casos de covid-19, 27 capitais brasileiras, ao menos 20 já relaxaram o uso de máscaras contra a covid-19. O avanço da vacinação é um fator considerado na decisão dos gestores, que têm pelo menos 30 dias para reavaliar as regras. 

Apesar do afrouxamento, a maioria dos governos e prefeituras manteve a obrigatoriedade do item em ocasiões específicas, a exemplo do transporte público ou privado, bem como em shows e estabelecimentos fechados, incluindo shoppings, lojas, supermercados, templos religiosos, dentre outros.

Em João Pessoa, o último decreto municipal, publicado ontem (18), desobrigou o uso de máscaras na capital paraibana para crianças abaixo de 12 anos de idade, em locais abertos ou fechados, e para o público em geral, nos locais abertos, mas o MPPB ajuizou na manhã deste sábado (19) uma ação civil pública determinando que a Prefeitura de João Pessoa suspenda o decreto sob pena de multa diária de R$ 100 mil.

Em seis capitais, incluindo Brasília, o protetor facial já não é obrigatório em espaços abertos e fechados, enquanto oito ainda exigem máscaras em todos os ambientes. Em 14, a máscara segue obrigatória só em espaços fechados. A média móvel de casos de Covid-19 no País vem indicando tendência de queda – nos últimos 14 dias, a variação negativa foi de 31%.

O Brasil chegou à marca de 158,5 milhões de habitantes com imunização completa contra a covid-19. Ao todo, 158.564.214 pessoas tomaram as duas doses ou a dose única de imunizante, o correspondente a 73,81% da população nacional.

No Rio, já não é obrigatório o uso de máscaras em locais abertos desde outubro. No dia 7, foi decretado o fim da exigência em qualquer local, incluindo o transporte público. Belo Horizonte já não exige máscaras em locais abertos desde o dia 3.

Já a prefeitura de Maceió parou de exigir uso de máscara em ambientes abertos na segunda, e deixou ao critério dos responsáveis pelos estabelecimentos fechados públicos e privados exigir ou não proteção facial.

Em Florianópolis, também vigora desde segunda o decreto estadual que desobrigou as máscaras em espaços fechados em que é possível manter o distanciamento. No transporte público, a máscara continua obrigatória. Em ambientes abertos, o não uso já estava liberado.

Em Brasília, a máscara deixou de ser obrigatória também em locais fechados, segundo decreto publicado no dia 10. 

Em Rio Branco, desde o dia 8, a prefeitura liberou também nos espaços fechados, só “recomendando” o uso. 

Em Natal, a prefeitura se antecipou ao governo do Rio Grande do Norte e publicou decreto, no dia 9, derrubando a obrigatoriedade do uso de máscaras em locais abertos e fechados.

Fonte: clickpb.com.br

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Brasil registra 290 mortes por Covid e mais de 37 mil casos neste sábado

dom mar 20 , 2022
Com isso, o país chega a 657.157 vidas perdidas e a 29.613.732 pessoas infectadas pelo Sars-CoV-2 desde o início da pandemia. SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O Brasil registrou 290 mortes por Covid e 37.335 casos da doença, neste sábado (19). Com isso, o país chega a 657.157 vidas perdidas […]

Instale o Radiosnet em seu celular. Nova opção para ouvir nossa rádio