Por unanimidade, bancada paraibana vota a favor da Lei Paulo Gustavo que libera R$ 3,8 bilhões para setor cultural no Brasil

Proposta ainda será votada no Senado antes de ir para sanção presidencial.

Ator Paulo Gustavo, que morreu vítima de Covid-19, recebeu o nome de projeto que pretende beneficiar artistas e produtores de cultura. (Foto: Reprodução)

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (24) o Projeto de Lei Complementar 73/21, chamada de “Lei Paulo Gustavo”, que libera R$ 3,8 bilhões para o setor cultural do país, uma das áreas mais afetadas pela pandemia do coronavírus. O autor da matéria é o senador Paulo Rocha (PT-PA).

De acordo com a proposta, o montante terá origem do Fundo Nacional da Cultura (FNC) e será destinado a estados e municípios para que possam distribuir por meio dos fundos estaduais e municipais de cultura. Foram 411 votos favoráveis à proposta e 27 contrários ao texto-base do projeto.

Conforme apurou o ClickPB, todos os 10 deputados federais da Paraíba que participaram da sessão votaram a favor da matéria. São eles: Wellington Roberto (PL), Aguinaldo Ribeiro (PP), Gervásio Maia (PSB), Leonardo Gadelha (PSC), Patrick Dorneles (PSD), Ruy Carneiro (PSDB), Frei Anastácio (PT), Wilson Santiago (PTB), Efraim Filho (União) e Julian Lemos (União).

Segundo o projeto, os R$ 3,8 bilhões destinados ao setor cultural deverão ser divididos da seguinte forma:

  • R$ 2,79 bilhões para ações no setor audiovisual;
  • R$ 1,06 bilhão para ações emergenciais no setor cultural por meio de editais, chamadas públicas, prêmios, aquisição de bens e serviços vinculados ao setor ou outras formas de seleção pública simplificadas.

Como houve modificações no texto original, a proposta voltará para o Senado onde deverá ser votado novamente antes de ir para sanção presidencial. O nome do projeto é uma homenagem ao ator Paulo Gustavo, que morreu vítima de Covid-19 em maio de 2021, aos 42 anos.

Fonte: clickpb.com.br

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Justiça cassa diplomas de vereador e suplentes de Santa Rita por fraude

sex fev 25 , 2022
A juíza Anna Carla Falcão da Cunha Lima Alves cassou o diploma do vereador Jair Noberto e suplentes do PROS em Santa Rita por fraude na conta de gênero nas eleições de 2020. Ela determinou a retotalização dos votos com a redistribuição das vagas para o cargo de vereador do […]

Instale o Radiosnet em seu celular. Nova opção para ouvir nossa rádio