Concurso da Polícia Civil: Delegado diz que novas prisões poderão ocorrer, inclusive de fraudadores, e investiga organizações criminosas

Uma operação foi iniciada ontem (08) e vai se estender até o dia do concurso da Polícia Civil da Paraíba.

Polícia Civil inicia operação para evitar entrada de criminosos na corporação e fraudes no concurso. (Foto: Walla Santos)

O delegado Hugo Lucena, membro da comissão do concurso da Polícia Civil da Paraíba, informou ao ClickPB que não descarta novas prisões de pessoas com mandados de prisão em aberto tentando entrar na corporação ou de fraudadores. Uma operação foi iniciada no dia de ontem (08) com intuito de coibir também fraudes e investiga a atuação de organizações criminosas especializadas em fraudar concursos públicos. 

“Com relação a fraudes, também estamos atuando. Há outra fase dessa operação que é permanente. A última prova do concurso está relacionada a fraudes. Da mesma forma que prendemos esses dois, que estavam inscritos, estamos investigando organizações criminosos especializadas em fraudes em concurso para evitar a atuação dela no dia. Outras prisões poderão ocorrer, inclusive com relação a fraudadores”, revelou em entrevista ao ClickPB.

O delegado citou operações como a Gabarito que prendeu fraudadores e frisou sobre a atuação das organizações criminosas. “A gente sabe que organizações estão de olho nesse concurso e para coibir esse tipo de ação, a ação é permanente. Nesse contexto temos duas prisões. Outras diligências, outras investigações estão em concurso e até o dia da prova poderão ocorrer novas prisões”, afirmou.

Ainda de acordo com o delegado Hugo Lucena, na operação, iniciada ontem (08), já prendeu duas pessoas que tinham mandados de prisão em aberto e estavam inscritas no concurso da Polícia Civil da Paraíba. “Ela [a operação] é permanente tanto para coibir criminosos de entrar na Polícia tanto para coibir a tentativa de fraude. Nos dias da prova nós teremos policiais, equipe, veladas e ostensivas nos locais de prova, justamente para coibir isso e havendo identificação poderão ocorrer prisões em flagrante no dia”, revelou.

Fonte: clickpb.com.br

Veja também:

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Pesquisa Quaest/Genial: Lula tem 45%; Bolsonaro, 23%; Moro e Ciro, 7%

qua fev 9 , 2022
Levantamento mostra que 6 em 10 eleitores consideram escolha do voto definitiva O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera as intenções de voto com possibilidade de vitória em primeiro turno na corrida pelo Palácio do Planalto, de acordo com a mais recente pesquisa Quaest/Genial divulgada nesta quarta-feira (9). […]

Instale o Radiosnet em seu celular. Nova opção para ouvir nossa rádio