Sindicato dos professores pede adiamento do retorno das aulas presenciais na rede municipal de João Pessoa 

Um ofício foi encaminhado à Secretaria de Educação do Município no dia de ontem (07).

Professores pedem adiamento do retorno presencial em João Pessoa. (Foto: Walla Santos)

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Município de João Pessoa (Sintem) pediu o adiamento do retorno das aulas presenciais na rede municipal de ensino da capital paraibana. Um ofício foi encaminhado à Secretaria de Educação do Município, nessa segunda-feira (07).

O pedido de adiamento, de acordo com o presidente do Sintem-JP Daniel de Assis, é em virtude do aumento de casos de Covid-19 e de síndromes gripais que tem também acometido diversos profissionais da educação. Além disso, eles ainda enfrentam dificuldades para realizar testagem da doença. 

“Solicitou para que a secretária visse junto com as autoridades sanitárias essa possibilidade tendo em vista que tem muitos professores acometidos com síndrome gripal ou mesmo Covid. Alguns para fazer a testagem está difícil, a gente não sabe como está a situação, enquanto está esse grande número de casos a gente solicita que adie um pouco para preservar a vida desse pessoal”, afirmou em conversa com o ClickPB.

No pedido de adiamento não consta um prazo para o retorno. Caberia a análise da Secretaria junto com as autoridades sanitárias. “Isso vai depender da evolução da pandemia. Dependo númerode casos e só quem pode dizer isso são as autoridades sanitárias”, frisou.

De acordo com o presidente do Sintem-JP, a princípio seria um retorno remoto das aulas na rede municipal até que se reduzisse o número de casos de Covid-19 e síndromes gripais. Conforme o calendário da Secretaria de Educação do Município, as aulas se iniciam amanhã (09).

Fonte: clickpb.com.br

Veja também:

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Anvisa nega pedido de Carla Zambelli para suspender vacinação infantil contra Covid-19 no Brasil após erro em Lucena

ter fev 8 , 2022
Deputada bolsonarista usou escândalo no município da Paraíba como base para alegações não comprovadas de vacinação indevida em crianças em todo o país. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) negou na última sexta-feira (4) a solicitação enviada pela deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) para suspender toda a campanha nacional de vacinação contra […]

Instale o Radiosnet em seu celular. Nova opção para ouvir nossa rádio